Zelaya aceita ser julgado por corrupção se for restituído ao governo

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 1 de outubro de 2009 as 13:05, por: cdb

Em entrevista ao jornal uruguaio, El Observador, o presidente deposto de Honduras, Manuel Zelaya, disse que aceita ser julgado pela Justiça por corrupção e violação da Constituição atribuídos a ele. Ainda segundo o jornal, Zelaya disse que só aceita o julgamento se ele for restituído ao governo.

Ainda de acordo com o jornal, para Zelaya “a solução desta crise passa pela sua restituição e pelo respeito à democracia”. Zelaya disse que só voltou para o país porque é inocente.

– Estou disposto a ir aos tribunais para responder aos processos que há contra mim, não tenho problema quanto a isso – disse o líder deposto que negou ter violado a Constituição hondurenha.

Zelaya, que se indispôs com as elites políticas e empresariais conservadoras do seu país por causa dos seus vínculos com o governo socialista da Venezuela, foi deposto por militares em junho, dando início à pior crise política da América Central em vários anos.