Zagueiro vai depor a favor de Romário

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 21 de setembro de 2002 as 23:04, por: cdb

Os dirigentes do Fluminense estão se preparando para livrar Romário da punição do STJD pela agressão ao zagueiro Andrei, na derrota para o São Paulo por 6×0, no Morumbi. O julgamento será dia 23/09, segunda-feira, às 18h, e Andrei vai depor a favor do atacante.

De acordo com o vice de futebol, Marcelo Penha, os três advogados contratados para trabalhar no caso, Marcus Donici, Antônio Augusto e Eduardo de Moraes, irão tentar descaracterizar o ato como agressão.

“Andrei será testemunha e vamos mostrar as imagens dos dois jogadores se cumprimentando, depois do incidente, para provar que não foi tão grave”, explicou o vice de futebol Marcelo Penha.

A diretoria do Fluminense espera conseguir a absolvição de Romário ou pelo menos a pena mínima de um jogo. A suspensão máxima é de quatro jogos.

“Além de ser réu primário, Romário tem bons antecedentes e é tetracampeão do mundo”, afirmou Penha.

O atacante também conversou com o presidente do clube, David Fischel, na sexta-feira, na Granja Comary, para saber detalhes do processo.

“Romário tinha preocupação com os detalhes do processo. Foi um gesto muito bom mostrar interesse em resolver os problemas. Conversamos para estabelecer as estratégias do julgamento”, revelou Fischel.

Cotas de TV do Flu são penhoradas

As coisas não estão ruins para o Fluminense apenas no campo, financeiramente o clube também está mal.

De acordo com o vice de futebol, Marcelo Penha, as cotas dos direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro referente ao mês de setembro foram penhoradas por causa de uma dívida do clube no valor de R$ 985 mil.

“Este mês não entrou nada”, disse Penha, explicando que se tratam de dívidas antigas com ex-funcionários, impostos, aluguéis e inúmeras outras rubricas.