‘Xuxa Abracadabra’ é a principal estréia deste fim de semana

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 19 de dezembro de 2003 as 00:43, por: cdb

Uma semana depois da estréia de Sandy & Junior, com seu ‘Acquaria’, chegou a vez de Xuxa chegar aos cinemas com seu novo filme, ‘Xuxa Abracadabra’, instaurando de vez no circuito o clima de férias escolares.

Mas os adultos também têm vez, com a ação de ‘Baladas, rachas e um louco de kilt’, o drama-poético-criminal de ‘O tango e o assassino’, o documentário ‘À margem da imagem’, o lirismo cotidiano de ‘Um certo carro azul’ e o oscarizado ‘Lugar nenhum na África’.

Com direção de Moacyr Góes, ‘Xuxa Abracadabra’ conta a história de Sofia (Xuxa), que, pronta para ir a uma festa, tem que deixar os planos de lado para tomar conta dos filhos de seu primo, Matheus.

A noite, porém, rende aventuras. Através de um livro, ela e as crianças entram em um mundo fantástico de personagens de histórias infantis. Marcio Garcia, Heloísa Périssé, Tom Cavalcante e Lúcio Mauro Filho, entre outros, participam do filme.

‘Lugar nenhum na África’, de Caroline Link, ganhou o Oscar de melhor filme estrangeiro de 2003. Conta a história de uma família de judeus que se muda para o Quênia fugindo da perseguição, às vésperas da Segunda Guerra.

Um drama de outro tipo é retratado em ‘Um certo carro azul’. Meg, uma jovem de 18 anos, equilibra-se entre problemas familiares e seu talento literário. Seu professor de literatura gosta de seus poemas e passa a apoiá-la, em uma típica história de ‘rito de passagem”.

‘À margem da imagem’, do jornalista Evaldo Mocarzel, acompanha a vida dos moradores de rua da cidade de São Paulo. O diretor evita apelar para emoções fáceis, escolhendo por exemplo pela utilização apenas do som direto, sem trilha sonora.

‘Baladas, rachas e um louco de kilt’, de Ronny Yu, é centrado num químico (Samuel L. Jackson, o tal louco de kilt), que inventa uma droga superpoderosa e tenta vendê-la a traficantes. De olho no negócio, entram no esquema um traficante e uma matadora de aluguel. Um assassino por encomenda também é personagem de ‘O tango e o assassino’, de Robert Duvall.

O filme é um poema que Duvall (também ator principal) faz para a namorada, Luciana Pedraza, e para a terra natal dela, a Argentina. O ator vive o matador de aluguel que é enviado para o país para matar um general. Enquanto se empenha em sua missão, ele é seduzido por uma dançarina.