X Games começam no Rio

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 11 de abril de 2003 as 10:15, por: cdb

A Praia do Leme, no Rio, passa a ser palco, desta sexta até domingo, da segunda eliminatória da maior competição de esportes radicais, os X Games, e as atenções estão voltadas para o principal skatista brasileiro na disputa, Bob Burnquist. Recuperando-se de contusões, ele mantém mistério sobre a sua participação no evento.

Aos 25 anos, Burnquist se tornou em 2000 o melhor skatista do mundo ao terminar o ano liderando o ranking mundial. Sua habilidade e a qualidade de suas manobras sobre o skate são incontestáveis. Além de ídolo no esporte, o craque não escondeu a sua maior vitória na vida: ter superado a dependência das drogas.

O suspense pela sua participação na eliminatória Latino-Americana dos X Games se deve ao fato de em dezembro de 2002 ter quebrado o pé direito e fraturado o esquerdo, após executar uma manobra. “O engraçado é que deixei para treinar num sábado, porque o dia anterior era uma sexta-feira, 13. Estou em 80% das minhas condições.”

Mas os fãs de Burnquist não devem ficar desanimados, porque sua participação é dada como certa nos bastidores do evento.

Nesta quinta-feira, ele admitiu a criação de novas manobras para competir no Rio. No entanto, o esportista disse viver um momento de reflexão em sua carreira. Após conquistar vários títulos, o skatista aposta em uma nova fase.

“Quero aprender manobras e desenvolver mais meu lado técnico. Estou aqui com minha mulher (Jennifer O`Brian) e minha filha (Lotus) para me divertir”, disse Burnquist, já classificado para a final dos X Games, edição 11ª, em Los Angeles, nos Estados Unidos, entre os dias 15 e 18 de agosto. Ele ainda respondeu a alguns defensores da idéia de o esporte se tornar olímpico. “Vou falar só pelo Skate, que é uma arte, e não tem essa de Olimpíada!”

Ao contrário de Burnquist, o outro skatista brasileiro de destaque, Sandro Dias, o Mineirinho, tem planos ambiciosos para este ano. Ele já venceu a primeira etapa do circuito Mundial, em pista vertical, na Austrália, e disse estar pronto para um novo triunfo no Rio. “Meu objetivo é me dar bem no circuito mundial e dar um show para o público.”

Além das competições de skate (vert e park), o público estimado em certa de 50 mil pessoas pela prefeitura do Rio vai acompanhar as disputas de patins (vert e park), e bicycle (vert e park). A premiação total será de US$ 50 mil (cerca de R$ 163 mil) e o vencedor de cada modalidade estará classificado para a disputa final dos X Games, em Los Angeles.