Winona Ryder recebe elogios pelos progressos em liberdade condicional

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 7 de abril de 2003 as 20:04, por: cdb

Um juiz cumprimentou esta segunda-feira a atriz americana Winona Ryder pelos progressos mostrados em sua liberdade condicional, à qual foi condenada ano passado por ter roubado artigos no valor de 5,5 mil dólares de uma luxuosa loja de departamentos.

Winona, 31 anos, compareceu em Beverly Hills diante do juiz Elden Fox, que em dezembro a condenou a três anos de liberdade condicional e 480 horas de serviços prestados à comunidade.

A atriz prestou os serviços comunitários em City of Hope, um hospital especializado no tratamento de câncer em Los Angeles. “Fez tudo o que o tribunal mandou”, elogiou Fox, destacando que a atriz recebeu comentários “muito favoráveis” do hospital. “Quero que continue assim”, disse o juiz a Winona.

A atriz, que também terá que se submeter, por ordem judicial, a tratamentos psicológico e de desintoxicação, deverá voltar ao tribunal em 10 de outubro. O juiz determinou esta segunda-feira que Winona pode viajar para fora dos Estados Unidos quando sua carreira exigir.

De acordo com o advogado da atriz, Mark Geragos, ela teria afirmado que o trabalho no City of Hope foi “uma experiência incrível e positiva”. Segundo a agente Vilma Mansfield, a atriz compareceu a todas as entrevistas mensais, pagou a multa de 10 mil dólares e está fazendo terapia”. Já o terapeuta informou que Winona “está motivada a melhorar e progride conforme o esperado”, disse Vilma.

O juiz ainda não decidiu o que será feito dos artigos roubados pela atriz. Segundo os promotores, a Saks Fifth Avenue quer que eles sejam destruídos, mas o advogado de Winona propôs que eles sejam leiloados e a renda, doada a organizações de caridade.