Volta Redonda: Pesquisa registra aumento em 18 produtos da cesta básica

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 30 de agosto de 2004 as 11:46, por: cdb

A pesquisa “Coleta de Preços do IPPU-VR” (Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Volta Redonda), realizada nos dias 24, 25 e 26 de agosto, constatou aumento nos preços de 18 dos 31 produtos pesquisados. A maior alta foi no preço do alho, com reajuste de 7,77%, e a maior queda foi no preço da cebola, com redução de 9,89%. No total, foram pesquisados 31 produtos, dos quais 22 do setor de alimentação, cinco de higiene pessoal e quatro de limpeza, em dez estabelecimentos do município. Deste total de produtos pesquisados, 13 tiveram seus preços médios reduzidos e 18 tiveram aumentos.

Entre os itens de alimentação, a maior alta foi registrada no preço do alho (7,77%), seguido pelo extrato de tomate (6,31%), açúcar refinado (5,83%), feijão preto (4,57%), biscoito de maisena (3,80%), salsicha avulsa (3,40%), óleo de soja (2,81%), lingüiça fresca (2,82%), frango resfriado (1,13%), arroz tipo 2 (0,58%), carne de primeira (0,46%), carne de segunda (0,19%) e leite em pó integral (0,19%).

A maior queda foi constatada no preço da cebola (9,89%), seguida pela farinha de mandioca (3,39%), margarina com sal (1,83%), macarrão com ovos (1,28%), café em pó (1,22%), batata inglesa (1,10%), ovos brancos (0,98%), farinha de trigo (0,57%) e queijo mussarela (0,09%).
Entre os artigos de higiene e limpeza, a maior alta foi registrada no preço do detergente líquido (4,40%), seguido pelo desodorante spray (4,28%), papel higiênico (2,09%), água sanitária (1,81%) e sabão em barra (1,22%). A maior queda foi constatada no preço do creme dental (6,38%), seguido pelo sabonete (2,25%), absorvente aderente (1,19%) e sabão em pó (1,16%).