Vitória trabalha pelo fim da informalidade na Região da Grande São Pedro

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 5 de abril de 2012 as 12:09, por: cdb

Publicada em 05/04/2012, às 15h02

Por Suzana Tatagiba

Vitória trabalha pelo fim da informalidade na Região da Grande São Pedro

Foto Divulgação

Ação da Setger e da Aderes, em São Pedro, possibilitou a formalização de prestadores de serviço e de pequenos comerciantes

A Secretaria Municipal de Trabalho e Geração de Renda (Setger), em parceria com a Aderes, está trabalhando na formalização de prestadores de serviço e de pequenos comerciantes que atuam na informalidade na Região da Grande São Pedro.

Durante esta quinta-feira (05), uma unidade móvel do Governo Estado estacionada na praça Dom João Batista, na Ilha das Caieiras, formalizou cerca 50 pessoas. Ou seja, em 15 minutos, apenas levando documentos pessoais básicos, estes trabalhadores informais receberam um CNPJ e um bloco de notas.

Agora, estes novos Empreendedores Individuais (EI’s) vão pagar até 36 reais por mês de impostos municipais e federais e terão garantias previdenciárias, como direito à aposentadoria pelo INSS e auxílio doença.

Também a saída da informalidade e a transformação em EI´s proporcionará a estes empreendedores um leque de oportunidades. Por exemplo, prestação de serviços a orgãos públicos; participação nos processos de compras governamentais; melhores condições de acesso ao crédito; e de negociação com fornecedores.

A unidade móvel do Governo do Estado vai rodar 108 locais da Grande Vitória inseridos no Programa Estado Presente. Em Vitória, este trabalho é realizado de forma permanente pela Prefeitura. O serviço de transformação dos informais em Empreendedores Individuais é disponibilizado nos 21 Telecentros, espalhados pelos bairros da capital e na Agência Municipal do Trabalhador.

Com edição de Deyvison Longui