Violência se intensifica no sul do Afeganistão e 19 morrem

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 30 de setembro de 2004 as 15:35, por: cdb

Combatentes do Taliban mataram pelo menos 12 soldados no sul do Afeganistão na quinta-feira, numa demonstração da crescente violência que antecede as eleições presidenciais no país, marcadas para o mês que vem.

Pelo menos sete soldados morreram em outros confrontos na Província de Zabul, no sul, na terça e quarta-feira, informaram autoridades, acrescentando que alguns membros do Taliban também foram mortos. Não foram dados mais detalhes sobre o incidente.

Kheyal Mohammad Husseini, o governador de Zabul, disse que os últimos embates ocorreram porque guerrilheiros atacaram uma sede do governo no distrito de Sori e mataram 12 soldados.

Na quarta, os rebeldes atacaram um comboio de forças norte-americanas e afegãs. Segundo o Taliban, diversos soldados dos EUA foram mortos, mas não houve verificação independente da informação.

Zabul fica perto da fronteira com o Paquistão e faz parte do principal reduto do Taliban. O grupo vem tentando impedir a eleição de 9 de outubro, da qual participarão o presidente Hamid Karzai e outros 17 candidatos.

Mais de 1.000 pessoas foram mortas desde agosto do ano passado em incidentes violentos ligados a remanescentes do Taliban, derrubado do poder numa guerra liderada pelos Estados Unidos após os ataques de 11 de setembro de 2001.

A maioria dos candidatos presidenciais vem pedindo que a votação seja adiada até que se fortaleça a segurança no país, mas Karzai já disse que ocorrerá conforme previsto. As eleições no país já foram adiadas duas vezes.