Violência gera 11 mil deslocamentos forçados e 78 mortes de indígenas na Colômbia

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 1 de novembro de 2012 as 07:27, por: cdb

(1’22” / 323 Kb) – A violência na Colômbia gera um grande impacto sobre os indígenas do país. Somente de janeiro a setembro deste ano, aproximadamente 11 mil indígenas sofreram deslocamentos forçados, 78 foram assassinados e 47 receberam ameaças de morte. O levantamento foi divulgado pela Organização Nacional Indígena da Colômbia (Onic).

Segundo a entidade, a maior parte dessas ocorrências foram provocadas por grupos insurgentes e forças de segurança. Ela também revela que “a dinâmica de violência em 2012 se mantém sob tendências semelhantes à dos anos 2010 e 2011”.

A organização afirma que irá pedir à Corte Penal Internacional que assuma “um papel ativo” a respeito da situação dos povos indígenas da Colômbia.

O povo mais afetado pela violência neste período foram os nasas ou paeces, que vivem no departamento de Cauca (sudoeste do país), com 26 assassinatos e quatro mil pessoas deslocadas. Seus líderes haviam declarado que o povo está em “resistência permanente” para exigir a retirada dos “atores armados” de seu território ancestral.

Em 2011, 118 indígenas foram assassinados na Colômbia. Esse país sul-americano tem cerca de 46 milhões de habitantes, sendo mais de 1,3 milhão de indígenas distribuídos em 102 povos.

De São Paulo, da Radioagência NP, Vivian Fernandes.

01/11/12