Violência é conseqüência do modelo econômico, diz Garotinho

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 9 de maio de 2003 as 01:23, por: cdb

Desta vez, o secretário de Segurança do Estado do Rio de Janeiro, Anthony Garotinho, passou a responsabilidade pela violência presente em vários para o modelo econômico vigente no país.

Para Garotinho o modelo existente, concentrador de riquezas, pode até favorecer o sistema financeiro, mas cria menos postos de trabalho, com menor oportunidade de emprego. Com isso, joga na exclusão social uma quantidade enorme de pessoas que acaba servindo primeiro à delinqüência e depois ao crime organizado.

O secretário afirma que somente na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, onde existem cerca de 10 milhões de pessoas, 700 mil são vítimas das drogas. Para ele isso causa o chamado crime contra o estado democrático de direito e diz que os estando não estão preparados para enfrentar esse novo tipo de crime.

Anthony Garotinho participou do seminário “Violência e Segurança Pública”, aberto nesta quinta-feira (08), na Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro. Ele acredita que com a cooperação do Governo Federal, o estado do Rio de Janeiro vai agir com mais eficiência, colocando em prática, ações inteligentes e recursos tecnológicos na luta contra a criminalidade.