Vietnã consegue controlar avanço da pneumonia atípica

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 28 de abril de 2003 as 08:34, por: cdb

A Organização Mundial da saúde (OMS) declarou que o Vietnã conteve o avanço do vírus causador da Síndrome Respiratória Aguda Grave, a pneumonia asiática, tornando-se o primeiro país a conseguir esse resultado.

O Vietnã – um dos primeiros países a ser atingido pela doença – não registra um caso novo desde 8 de abril. A OMS anunciou também que está retirando as restrições em relação a viagens ao país.

Cinco pessoas morreram em consequência da Sars, de um total de 68 infectadas no país.

A Indonésia, no entanto, registrou a primeira morte provocada pela doença, no domingo. O número de mortos por causa da Sars supera 300 no mundo.

Segundo informações, a pessoa que morreu em um hospital de Jacarta é um empresário de Taiwan. As autoridades de saúde na Indonésia estão ainda fazendo testes para confirmar a causa da morte.

A OMS elogiou o “forte compromisso assumido pelos altos níveis” do governo do Vietnã desde o início da epidemia.

“É um dia muito bom para todos nós no Vietnã”, acrescentou.

A ministra da Saúde do Vietnã, Tran Thi Trung Chien, alertou contra a complacência, ao anunciar que a doença tinha sido contida.

“É grande a ameaça de a Sars poder ser importada ao Vietnã por meio de viagens internacionais”, disse ela.

Segundo informações, a ministra pediu ao primeiro ministro do Vietnã, Phan Van Khai, que autorize o fechamento temporário da fronteira de 1.130 quilômetros do país com a China, o país mais afetado pela doença.

A relação entre os dois países é historicamente tensa e, por isso, tal decisão precisa ser avaliada com cuidado porque pode ser considerada como uma ofensa à China.