Videogames interativos aumentam gasto energético em crianças

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 2 de outubro de 2009 as 12:34, por: cdb

Os videogames interativos contribuem para o aumento do gasto energético em crianças. O gasto energético durante a prática de videogames é comparável a uma caminhada de média intensidade.

Para crianças que gastam um tempo considerável se divertindo com jogos eletrônicos, aqueles fisicamente ativos são uma opção segura, divertida e valiosa na promoção de gasto energético.

Pesquisadores de Oklahoma, nos Estados Unidos, compararam o gasto energético em crianças que brincam com videogames interativos, Dance Dance Revolution (DDR) e Nintendo Wii Sports em relação à caminhada na esteira.

A pesquisa, publicada na revista Pediatrics, mediu o gasto energético, a freqüência cardíaca, a freqüência de passos e a percepção do exercício em 14 meninos e 9 meninas, com idades entre 10 e 13 anos, enquanto assistiam televisão em repouso, jogando DDR no nível 2, jogando boxe ou boliche no Nintendo Wii ou andando a 5,7km/h.

O gasto de energia aumentou 2 a 3 vezes durante a caminhada e ao jogar videogame em comparação com assistir televisão, bem como houve aumento da freqüência cardíaca e da percepção do exercício.

Não houve grande diferença na freqüência de passos entre as atividades, refletindo um maior uso das extremidades superiores durante os jogos de Wii (menor freqüência de passos) do que durante a caminhada (maior freqüência de passos) ou o durante o jogo de DDR.

O boliche do Wii e o nível iniciante do DDR aumentaram o gasto energético em 2 vezes, em comparação com assistir televisão em repouso.

A elasticidade de grandes artérias diminuiu imediatamente após as atividades com os videogames. Esta mudança foi inversamente relacionada ao aumento do gasto energético acima do repouso, alcançado durante a atividade.