Vídeo mostra dançarina sendo agredida por noivo no Rio

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 17 de abril de 2015 as 14:09, por: cdb
 Amanda Bueno, ex-integrante da Gaiola das Popuzudas
Amanda Bueno, ex-integrante da Gaiola das Popuzudas

Imagens registradas por câmeras de segurança instaladas na casa do casal, mostra a dançarina de funk Amanda Bueno, ex-integrante da Gaiola das Popuzudas, sendo agredida pelo noivo, Milton Severiano Vieira, suspeito de matar a jovem em Nova Iguaçu, Baixada Fluminense.

A briga teria sido provocada por ciúmes, após a vítima descobrir que o noivo tinha uma amante, nas imagens, a dançarina aparece sendo jogada no chão pelo suspeito. Em seguida, ele aparece com uma arma e atira contra a vítima.

Vieira consegue roubar um carro para fugir, após  capotar com o veículo, o noivo da dançarina ficou preso nas ferragens e foi socorrido com ferimentos leves, ele foi encaminhado para delegacia para prestar depoimento.

De acordo o delegado Fábio Salvadoretti, que investiga o caso na DHBF (Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense), a briga foi provocada por uma discussão sobre uma suposta amante do suspeito. “Ele chegou em casa e iniciou uma discussão com ela e começou a espancá-la até a morte”.

O casal havia reunido familiares e amigos para anunciar o noivado, no último domingo. Amanda chegou a publicar uma foto das alianças nas redes sociais.  No carro do suspeito, foram encontradas cinco armas. Todas eram registradas, mas ele só tinha permissão de ficar com elas dentro de casa.

De acordo com a polícia, Milton Vieira,  já tinha histórico de agressões às duas últimas mulheres. Ele foi autuado em flagrante pelos crimes de homicídio triplamente qualificado, feminicídio, violência contra a mulher, porte ilegal de armas de fogo e roubo.