VICE-PRESIDENTE DA BOLÍVIA CRITICA APROXIMAÇÃO ENTRE IGREJA E OPOSIÇÃO

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 28 de fevereiro de 2012 as 08:56, por: cdb

LA PAZ, 28 FEV (ANSA) – O vice-presidente da Bolívia, Álvaro García Linera, criticou a aproximação entre a oposição e a Igreja Católica após um encontro entre parlamentares do partido Convergência Nacional e o presidente da Conferência Episcopal Boliviana, cardeal Julio Terrazas.
   
Para García Linera, a reunião “provoca dano à institucionalidade o fato dos líderes católicos assumirem partido político [porque] se tornam parciais, a favor de um e contra outros”, o que deve fazer com que “os cristãos de base se sintam profundamente frustrados”.
   
Os parlamentares e o governador do estado de Santa Cruz, Rubén Costas, também de oposição, reuniram-se na segunda-feira com o cardeal para “pedir critérios” com vistas à “reorganização” para as eleições de 2014, segundo explicaram.
   
O responsável pela comunicação do arcebispado de Santa Cruz, Erwin Bazan, disse que o encontro não significa a definição “de uma posição política”, mas sim o cumprimento “das tarefas do cardeal Julio Terrazas como pastor episcopal”.
   
Bazan recordou que, diante dessa mesma missão, o cardeal “também recebeu o presidente [Evo] Morales, quando ele solicitou” e esclareceu que a Igreja não pode se negar a escutar nenhum setor. (ANSA)