Verdão e Fla jogam contra a segundona

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 12 de novembro de 2002 as 23:45, por: cdb

Nove títulos nacionais. Palmeiras e Flamengo, que se enfrentam nesta quarta-feira, às 21h40, no estádio do Parque Antarctica, tinham toda a tradição necessária para estar brigando por mais um título do Campeonato Brasileiro.

Porém a realidade é outra. Quando entrarem em campo, os dois tradicionais clubes, que juntos conquistaram as edições de 1972, 73, 80, 82, 83, 92, 93 e 94, estarão disputando, em uma partida com status de decisão, a permanência na primeira divisão.

Uma derrota pode ser fatal para ambos. Na tabela de classificação, apenas dois pontos separam o Palmeiras do Flamengo. Os paulistas somam 26 pontos e estão na 24ª colocação. Já os cariocas ocupam o 18º lugar, com 28 pontos ganhos.

Por isso, quem sair vitorioso do confronto desta quarta-feira respirará um pouco mais aliviado. O Rubro-negro, por exemplo, praticamente escaparia do perigo do rebaixamento. Já o Verdão, dependendo da rodada, precisaria apenas de um empate contra o Vitória no último jogo da primeira fase do Brasileiro.

“Estamos jogando em casa e temos a obrigação de vencer. O Flamengo é um concorrente direito e podemos deixar eles para trás”, afirmou o lateral-direito Arce. “Esperamos uma partida muito disputada e, principalmente, nervosa”, acrescentou.

O pensamento do camisa dois palmeirense é repetido pelos flamenguistas. Empolgados com a vitória sobre a Portuguesa, no último final de semana, os jogadores acreditam na possibilidade de conseguir outro bom resultado na capital paulista.

“Essa partida pode definir nosso futuro. Por isso, vamos atuar da mesma forma que jogamos contra a Portuguesa. Vamos respeitar o Palmeiras, mas precisamos muito dessa vitória”, avisou o lateral-esquerdo Athirson.

Equipes
O técnico Levir Culpi, repetindo o que tem feito em todas as partidas, mantém em mistério o time titular do Palmeiras. Certo mesmo apenas a ausência do goleiro Marcos – Sérgio continua na equipe – e o retorno de Rubens Cardoso na lateral esquerda.

No meio-campo, o comandante palmeirense, apesar do retorno do volante Marco Aurélio, deve manter a mesma formação da vitória sobre o Fluminense por 3 x 0, no estádio do Maracanã. Já no ataque, Itamar, Nenê e Muñoz disputam duas vagas.

No Flamengo, o técnico Evaristo de Macedo tem três problemas. O zagueiro Fernando, com uma lesão no joelho direito, ainda é dúvida. Já o atacante Zé Carlos, que recebeu o terceiro cartão amarelo, e o lateral-direito Alessandro, que foi expulso, são desfalques certos.

Na defesa, a opção é manutenção de André Dias ao lado de André Bahia, que atuam juntos na vitória sobre a Portuguesa. Sandro Hiroshi deve formar o ataque com Liédson e Felipe Mello pode ser deslocado do meio-campo para a lateral direita. Assim, Iranildo entraria no meio.

PALMEIRAS X FLAMENGO

Data: 13/11/2002 (quarta-feira)
Local: Estádio Palestra Itália, em São Paulo
Horário: 21h40
Árbitro: Giuliano Bozzano (SC)
Transmissão: Globo e Record (apenas para o Rio)

Palmeiras
Sérgio; Arce, Alexandre, César e Rubens Cardoso; Paulo Assunção, Flávio, Juninho e Zinho; Nenê (Itamar) e Muñoz
Técnico: Levir Culpi

Flamengo
Júlio César; Felipe Mello, André Dias (Fernando), André Bahia e Athirson; Jorginho, André Gomes, Iranildo e Fábio Baiano; Sandro Hiroshi e Liédson
Técnico: Evaristo de Macedo