Veículos credenciados pela TransRio têm acesso ao Corcovado

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 11 de maio de 2007 as 17:19, por: cdb

Turistas que vêm ao Rio e querem conhecer o Cristo Redentor não estão proibidos de ter acesso ao Corcovado, desde que estejam em veículos credenciados pela TurisRio para subir ao local. O subsecretário municipal de Turismo, Paulo Bastos Cezar, disse na manhã desta sexta-feira que estima que “haja, pelo menos, 2 mil turistas com voucher comprado e pago para ir ao Corcovado. Então, já que não há motivo para proibir esse acesso”.
 
Mesmo depois do esquema de corrupção na bilheteria co Corcovado ter sido depois desvendada na quinta-feira, a visitação ao monumento não foi proibida. O acesso ao local, no entanto, não pode mais ser feito com carro particular.

– Quem quiser ir ao Corcovado tem quatro opções: ir de táxi; subir a pé; de trem, que custa R$ 36 ou por meio de um veículo de transporte turístico credenciado pela TurisRio, como microônibus ou vans -, disse o subsecretário, que estimou em 50 minutos a caminhada até o monumento.

Ainda não se sabe se essa proibição é permanente ou não, mas um dos motivos para a não liberação seria a falta de espaço para estacionar. A entrada de R$ 5 não está sendo cobrada. Quem ainda não pagou pelo ingresso em algum pacote de turismo, não precisa se preocupar com a tarifa. O ingresso foi liberado a partir desta sexta-feira por tempo indeterminado.
 
– O Ibama não está cobrando ingresso porque essa cobrança era feita através de uma empresa terceirizada e esse contrato foi rescindido. Uma nova licitação será feita -, afirmou o subsecretário municipal de Turismo, Paulo Bastos Cezar, na manhã desta sexta. 

A prefeitura já assumiu o compromisso de criar uma linha de integração do metrô, que sairia do Largo do Machado, e facilitaria a visitação. O objetivo é que essa linha comece a funcionar em 30 dias.