Vasco joga com Flamengo na semifinal

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 4 de abril de 2010 as 18:07, por: cdb

O Vasco está classificado para a semifinal da Taça Rio. O time de São Januário venceu a partida contra o Duque de Caxias, neste domingo. Apesar de ter saído atrás do placar e ter permitido o empate durante o segundo tempo, o Vasco conseguiu reagir e contou com belos gols – além de dois de Dodô – fazer 4 a 3 e agora enfrentar o Flamengo na semifinal.

Quem saiu na frente foi o Duque de Caxias, aos 14min, com Maurinho aproveitando rebote dado por Fernando Prass: 1 a 0 para o “time da casa”, placar justo tendo em vista que o Vasco errava muito na partida.

A vantagem do Duque não demorou muito. O Vasco reagiu rápido e no minuto seguinte empatou a partida depois de Fágner acertar um belo chute de fora da área.

A partir da reação, o Vasco cresceu na partida e chegou ao gol de virada de Elton. Mais um golaço para a conta da partida. Aos 21min, Léo Gago conduziu a bola pelo meio e levantou a meia altura para o atacante pegar de primeira e virar a partida.

A classificação para a semifinal parecia ter ficado bem encaminhada no início do segundo tempo quando Dodô também deixou o dele. Aos 5min da etapa final Márcio Careca encontrou Elton na entrada da área que de primeira botou Dodô na frente do gol. O “artilheiro dos gols bonitos”, como é conhecido no Rio, tocou com categoria na saída do goleiro para ampliar a vantagem e deixar encaminhada a terceira vitória seguida do interino Gaúcho no comando vascaíno.

O problema, mais uma vez para a maioria presente no estádio, é que o Duque de Caxias não sentiu o golpe do terceiro tento e resolveu complicar a vida do Vasco. Num espaço de sete minutos o Duque diminuiu com Junior, após bela cobrança de falta no ângulo de Prass e empatou com Marcelo, que aproveitou passe errado de Gian, invadiu a área, fintou o goleiro e tocou para dentro da rede.

Aos 32min, Dodô conseguiu de vez a sua redenção. Criticado após perder dois pênaltis no clássico contra o Flamengo, o atacante já havia dado a volta por cima na primeira vitória de Gaúcho no comando do Vasco, sobre o Fluminense. Mas o quarto tento do jogo, após Élton passar de calcanhar e, mais uma vez, deixar Dodô livre para tocar na saída do goleiro, fez com que ele voltasse a ter seu nome gritado pelos torcedores do Vasco.