Vasco continuará a bancar defesa de Romário

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 8 de fevereiro de 2008 as 08:33, por: cdb

Apesar de estar em litígio com a diretoria do Vasco após abandonar o cargo de treinador da equipe, o atacante Romário não ficará sozinho na luta para diminuir a suspensão de 120 dias imposta pelo STJD por uso de doping.

O vice-presidente de futebol, Paulo Reis, lembrou que o jogador é um amigo do clube estava atuando com a camisa cruzmaltina quando foi pego no exame. Ele garantiu que o Baixinho terá todo o suporte jurídico até o fim da causa.

Nesta quinta-feira, o presidente do STJD, Rubens Approbato, negou pela terceira vez o pedido de efeito suspensivo no caso de doping. O departamento jurídico vascaíno havia entrado com a solicitação na esperança de ter o Baixinho o mais rápido possível em campo. Como saiu do clube, resta a ele aguardar o julgamento do seu recurso, marcado para o dia 14 de fevereiro.