Vampeta está próximo do Cruzeiro

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 6 de janeiro de 2003 as 14:01, por: cdb

O diretor de Futebol do Cruzeiro, Eduardo Maluf, confirmou, nesta segunda-feira, que o acerto com o Flamengo para a contratação do volante Vampeta está bem próximo. Mas, para o dirigente mineiro, de nada adianta o acordo entre os clubes, se não houver um entendimento com o jogador, que tem direitos federativos vinculados ao time da Gávea.

“Queremos acertar primeiro com o procurador do Vampeta, Reinaldo Pitta, o que pode acontecer entre hoje (segunda-feira) e amanhã (terça-feira). Se acertar com o procurador dele hoje, eu saio daqui amanhã vou ao Rio e nós acertamos com o Flamengo rapidinho”, afirmou Eduardo Maluf.

O dirigente celeste contou que teve um primeiro contato com o empresário no último sábado, quando começaram as conversas sobre o acerto salarial com Vampeta, que terão prosseguimento, nesta segunda-feira.

“Se nós acertarmos com o Reinaldo, aí vamos procurar o Flamengo e existe uma possibilidade grande de fechar a negociação”, comentou o dirigente celeste, que não que gerar uma frustração na torcida cruzeirense.

Eduardo Maluf revelou que foi procurado pelo diretor de Futebol do Flamengo, Bernardo Araújo, que colocou a possibilidade de uma troca entre os dois clubes. O Rubro-negro cederia Vampeta e o Cruzeiro colocaria na negociação um meia e um atacante. O dirigente da Raposa não confirma, mas os nomes seriam Jorge Wagner e Joãozinho.

“Falei com o Bernardo que vamos primeiro definir com o jogador e se conseguir definir com o jogador, vamos depois prosseguir com o Flamengo, que está bem próximo do acerto”, afirmou Maluf.

Ataque

Eduardo Maluf informou que em relação ao ataque, o clube celeste pode anunciar duas contratações. “Temos dois nomes bem alinhavados e essa semana apresentamos dois nomes”, revelou o diretor de Futebol.

Em relação à situação de Marcelo Ramos, Maluf disse que o atacante está nos planos do Cruzeiro. Ele tem contrato até junho e como o Brasileiro começará em abril e irá até dezembro, o clube quer prorrogar o compromisso do jogador.

“Se jogar o Brasileiro em abril e não acertar o contrato em junho, ele ficará sem mercado para jogar o resto da competição. O que estamos querendo é tranqüilidade para as duas partes, renovando o contrato até dezembro”, explicou.