Valor do álcool deve cair 5%

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 7 de maio de 2003 as 04:37, por: cdb

O preço do álcool hidratado deve cair ainda esta semana até 5% nos postos de combustíveis, segundo avaliação da Sociedade Comercializadora de Álcool (SCA), que reúne as maiores corretoras do combustível. Dois fatores são apontados pelos corretores e usineiros para que o preço caia.

O primeiro é a redução média de 5% no valor da gasolina, o que obrigaria os usineiros a baixar o preço no mesmo percentual para cumprirem acordo feito em fevereiro com o governo de manter o preço do litro do álcool hidratado em 60% do valor cobrado pelo litro da gasolina.

O segundo fator é o aumento da oferta de álcool hidratado no mercado, em decorrência do início antecipado da safra, em abril, e do alto estoque disponível, que chegou a 500 milhões de litros no início deste mês, segundo a União da Agroindústria Canavieira de São Paulo (Unica).

– No início da safra, a oferta é muito grande e a tendência é de que os preços caiam -, disse João Carlos Figueiredo Ferraz, presidente da corretora Crystalsev, uma das integrantes da SCA.

Na semana passada, os indicadores Cepea/Esalq já apontaram uma queda de 3,04% nos preços do hidratado nas usinas, que variaram de R$ 0,84854 por litro em 25 de abril para R$ 0,82270 nesta sexta-feira.

Figueiredo Ferraz admite que há um temor no mercado de que os preços do álcool hidratado caiam muito com o aumento da oferta, o que pode causar um consumo descontrolado do produto, como ocorreu no ano passado, quando aumentou a prática da mistura do álcool hidratado à gasolina durante o abastecimento, nos postos, conhecida como ”rabo-de-galo”.

– O ideal é trabalhar com preços controlados, apesar de o mercado ser livre. Variações muito grandes nos preços são problemáticas e até para o consumidor seria importante haver uma estabilidade -, disse Ferraz.