Usar máscaras antivírus divertidas é a nova moda em Hong Kong

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 22 de abril de 2003 as 18:47, por: cdb

Os moradores de Hong Kong, sempre dispostos a adotar as últimas tendências da moda, estão usando máscaras cirúrgicas divertidas para espantar o medo do vírus misterioso que assombra o território.

A “moda de rosto” em cores psicodélicas e estampas arrojadas é vista por toda a parte, nas ruas, metrô e locais de trabalho, conforme os moradores de Hong Kong tentam relaxar diante do aborrecimento de viver usando máscara.

Algumas lojas estão estampando o acessório com personagens de desenhos animados e gibis, desde Hello Kitty a Ultraman, enquanto outros optam por um look urbano com um preto básico.

Antes, os habitantes de Hong Kong, fissurados em moda, debatiam sobre os méritos de Gucci e Prada. Agora, o hype é discutir se a 8210 ou a N95 são as mais cobiçadas como modelos de máscara que oferecem a melhor proteção contra a Síndrome Respiratória Aguda Severa (Sars, na sigla em inglês).

“Gosto de usar a máscara porque esconde minhas espinhas e me faz parecer misterioso”, disse Jane Chan, executivo de marketing, usando uma máscara branca simples sobre seu nariz e boca. “Acho que as pessoas em Hong Kong estão mais bonitas com as máscaras.”

A maioria da população de quase sete milhões do território está usando máscaras diariamente, enquanto os cientistas buscam pistas para a doença semelhante à pneumonia que já matou quase 80 pessoas e infectou cerca de 2.000 em todo o mundo.

Pais colocam a máscara em seus bebês e tem até gente adotando a máscara para seus cachorros.

Os mais preocupados com a moda tentam encontrar máscaras que combinem com a roupa, mas nem sempre conseguem.