Único provedor da Somália sai do ar por ligação com terrorismo

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 26 de novembro de 2001 as 10:26, por: cdb

O motivo: a companhia apareceu na lista disparada pelos Estados Unidos de organizações suspeita de manter ligações com o terroristas.

Segundo a BBC, o Somali Internet Co. saiu do ar após o serviço de Internet estatal dos Emirados Árabes, o Etisalat, ter cancelado o seu acesso internacional.

A BBC diz que o provedor é uma das 62 organizações e pessoas que os Estados Unidos acreditam estar envolvidas na arrecadação de fundos para Osama bin Laden e sua rede de terror al-Qaida network.

A firma foi criada em 1998 e é uma joint-venture entre três companhias da Somália – Telecom Somalia, NationLink e Al-Barakaat, esta última também forçada a encerrar suas operações por aparecer na mesma lista. Representantes dos suspeitos negaram envolvimento com o crime organizado do terror.