UFMG apresenta opção para computadores em escolas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 14 de dezembro de 2001 as 20:00, por: cdb

Técnicos da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) apresentaram na Comissão de Educação da Câmara, um sistema que permite a utilização simultânea das plataformas operacionais Windows, Microsoft e Linux – gratuitamente – nos computadores que serão comprados pelo Ministério da Educação com recursos Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (Fust).

Este sistema reduz o custo do projeto em 33%. “É uma obrigação da administração pública optar por meios mais econômicos para instalar os computadores nas escolas”, disse hoje o deputado Sérgio Miranda (PcdoB-MG), depois que o Tribunal de Contas da União (TCU) determinou, esta semana, a suspensão da licitação dos 290 mil computadores. O MEC prefere o Windows, porque segundo a presidente do Conselho dos Secretários Estaduais de Educação (Consed), Raquel Figueiredo, o programa foi o escolhido pelos secretários por ser utilizado em 97% dos computadores no Brasil e porque alunos e professores já estão acostumados com ele.

O edital da Anatel para a compra dos computadores e a instalação dos programas para conexão à Internet prevê a utilização do Windows, quando o Linux é distribuído gratuitamente. O Plano Plurianual – uma lei que prevê os gastos do governo de 2000 a 2003 – foi alterado pelo Congresso e incluiu a previsão para que a Anatel permitisse a utilização de mais de um sistema operacional para os microcomputadores.