Turista morre no litoral gaúcho quando tentava acender morteiro

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 1 de janeiro de 2004 as 14:30, por: cdb

O turista Ivanir Cursel, de 40 anos, morreu aos primeiros minutos deste ano, na praia de Nova Tramandaí, no litoral gaúcho, com a cabeça esfacelada pela explosão de um morteiro luminoso que tentava acender. Depois de soltar o primeiro morteiro, Ivanir queria usar o mesmo buraco na areia, onde ainda havia fogo, para acender o segundo artefato.

Já em Porto Alegre, 11 pessoas foram atendidas no início da madrugada, no Hospital de Pronto Socorro, com queimaduras causadas por fogos de artifício. Um homem perdeu três dedos e uma jovem de 16 anos teve o tímpano rompido. Outras 950 pessoas foram internadas feridas em acidentes de trânsitos e por embriaguez. Na região metropolitana da capital, seis pessoas morreram baleadas e seis em acidentes de trânsito.