Tupi perde nos acréscimos e precisa vencer por dois gols de diferença em Juiz de Fora

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 26 de setembro de 2011 as 09:38, por: cdb

Victor Machado
*Colaboração

O Tupi deixou o campo do Estádio da Cidadania, em Volta Redonda, lamentando o gol sofrido aos 47 minutos do segundo tempo da partida contra o time local. Tudo isso porque o Carijó conseguia segurar o ataque do Voltaço e o empate daria tranquilidade ao Tupi de precisar apenas de uma vitória simples no próximo sábado, 1º de outubro. Com o gol de Luisinho, o Volta Redonda vem a Juiz de Fora podendo empatar a partida para se classificar para a próxima fase.  

O gol de Luisinho saiu em um chute forte de fora da área. Para o treinador Ricardo Drubsky, fica a insatisfação de sofrer o gol nos instantes finais. Além disso, ele destaca que ainda acredita na classificação da equipe e afirma que é preciso treinar, ao longo da semana, alternativas de jogo. “Seja qual for a formação, seremos ofensivos. Em Volta Redonda, o time não se apequenou, sofreu a pressão natural no final da partida.”

O resultado do último domingo, 25 de setembro, obriga o Tupi a vencer no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio por dois gols de diferença. A vitória por 1 a 0 leva a decisão para os pênaltis. O Volta Redonda se classifica em casos de vitória, empate ou derrotas por um gol de diferença, desde que marque em Juiz de Fora.

Allan está confirmado para o jogo de domingo do Tupi contra o Volta RedondaAtacante Allan assina contrato com o Carijó até o fim da disputa da Série DNo sufoco, como sempreO jogoNo primeiro tempo, o Carijó conseguiu suportar a pressão inicial do Volta Redonda e o goleiro Rodrigo precisou fazer duas boas defesas. Depois dos 25 minutos, o Tupi equilibrou a partida, mas não levou perigo ao gol do Voltaço. Já no segundo tempo, a equipe voltou melhor e dominou os primeiros 20 minutos. Depois disso, a pressão do Volta Redonda começou até que Luizinho conseguiu abrir o placar e decretar a vitória do time da casa. 

*Victor Machado é estudante do 8º período de Comunicação Social da Faculdade Estácio de Sá