Tumulto em peregrinação deixa mortos e feridos na Arábia Saudita

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 24 de setembro de 2015 as 10:16, por: cdb

Por Redação, com DW – de Meca:

Pelo menos 717 pessoas morreram e 805 ficaram feridas nesta quinta-feira num tumulto durante um ritual de apedrejamento no vale de Mina, perto de Meca, na Arábia Saudita.

O ritual, que simboliza um ataque contra o diabo, é um dos momentos mais importantes dos cinco dias de peregrinação de fiéis muçulmanos a Meca, a cidade sagrada do islã, e que começou na terça-feira.

Tragédia acontece durante ritual de apedrejamento no vale de Mina e deixa ainda cerca de 800 feridos
Tragédia acontece durante ritual de apedrejamento no vale de Mina e deixa ainda cerca de 800 feridos

O incidente aconteceu quando os peregrinos se aglomeravam para jogar pedras contra uma estrutura de pilares, afirmou a defesa civil da Arábia Saudita. As autoridades ainda não identificaram as nacionalidades das vítimas.

Há duas semanas, a queda de um guindaste das obras de expansão da Grande Mesquita de Meca matou 107 pessoas e deixou mais de 200 feridos.

A peregrinação anual de fiéis a Meca, chamada de hajj, representa um desafio para as autoridades da Arábia Saudita. O evento sagrado é quase sempre marcado por tragédias. Em 2006, mais de 360 peregrinos morreram durante o ritual de apedrejamento. Em 2004 foram 244 mortos e, em 2001, 35.

Todos os muçulmanos devem peregrinar a Meca ao menos uma vez na vida, de acordo com os mandamentos do islã. Quase 2 milhões de pessoas são esperadas na peregrinação deste ano, em meio à violência e guerra em vários países muçulmanos da região.