TSE recebe defesa de petistas sobre denúncia de campanha antecipada

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 1 de maio de 2010 as 11:55, por: cdb

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) recebeu nesta sexta-feira as defesas do senador Aloizio Mercadante (PT-SP), do prefeito de São Bernado do Campo, Luiz Marinho (PT-SP) e de entidades sindicais acusadas de fazer campanha eleitoral antecipada para a pré-candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, durante evento promovido por centrais sindicais há um mês. A denúncia foi feita pelo PSDB.

Na denúncia apresentada ao tribunal, o PSDB sustenta que o “Encontro da Defesa do Trabalho Decente”, ocorrido no dia 1º de abril em São Bernado do Campo, que contou com a presença do presidente Lula, teria sido “um ato de campanha eleitoral em favor da ex- ministra, que seria pré- candidata do PT à Presidência da República”.

De acordo com a assessoria do TSE, a defesa de Mercadante se baseia no fato de que o evento ocorreu em local fechado e que, durante o discurso, o senador apenas teria mencionado a presença de Dilma Rousseff, sem caracterizar qualquer vantagem competitiva em favor da pré-candidata.

Na defesa apresentada pelos advogados de Luiz Marinho, o argumento é de que ele não estava no evento como candidato ou organizador, somente como prefeito municipal.

As centrais sindicais basearam a defesa no fato de que o encontro foi em local fechado.

– Não é plausível imaginar que as entidades em questão gastariam tempo e fôlego para fazer propaganda eleitoral junto à sua própria categoria –, argumentou a Central Única dos Trabalhadores na defesa apresentada ao tribunal.

As outras entidades citadas na denúncia são a Força Sindical, a Central dos Trabalhadores do Brasil (CTB), a Central Geral dos Trabalhadores do Brasil (CGTB) e o Sindicato dos Metalúrgicos.