TRT de SP determina a abertura de agências afetadas pela greve

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 29 de setembro de 2004 as 16:17, por: cdb
Atualizado em 13/11/16 15:09

O vice-presidente judicial do Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo, juiz Pedro Paulo Teixeira Manus, concedeu nesta quarta-feira uma liminar determinando a abertura de todas agências bancárias no Estado, sob pena de multa diária de 200 mil reais.

A liminar havia sido pedida pelo Ministério Público estadual, que entendia haver necessidade de uma liminar para garantir o acesso da população à rede bancária, por se tratar de serviço essencial.

Segundo um porta-voz do Tribunal, “houve a constatação de agências paralisadas, o que coloca em risco real o cadastramento de novos aposentados no próximo dia 1 de outubro, serviço que não pode ser feito por meios alternativos de acesso à rede bancária”.

Em seu despacho, o juiz Manus autorizou que até 40% dos funcionários de cada estabelecimento bancário continuem em greve.

 

Leia Mais:

Bancários acusam banqueiros de pressionar com o corte do ponto