Tropas israelenses matam ativista britânico

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 11 de abril de 2003 as 13:10, por: cdb

Tropas israelenses balearam um ativista de paz britânico do Movimento de Solidariedade Internacional, disseram testemunhas.

Segundo médicos, o britânico teve declarada morte cerebral. No momento em que foi atingido, o homem atuava como escudo humano entre tropas israelenses e crianças palestinas na cidade de Rafah, na Faixa de Gaza.

Segundo o médico Ali Musa, o britânico, de 23 anos, levou um tiro na cabeça e foi declarado em morte cerebral logo depois de ter chegado no hospital de Rafah. O Exército israelense não comentou imediatamente o ocorrido.

Em 16 de março, a ativista americana Rachel Corrie, de 23 anos, foi morta ao tentar parar um buldôzer israelense na Faixa de Gaza. Corrie era estudante em Olympia, Estado de Washington.