Troféu Brasil CAIXA de Atletismo: Brasil rumo aos jogos Pan-Americanos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 25 de setembro de 2002 as 01:06, por: cdb

O XXI Troféu Brasil CAIXA de Atletismo, que será disputado de quinta-feira (26/09) a domingo (29/09), no Estádio Célio de Barros, no Complexo do Maracanã, é o início da caminhada do Brasil rumo aos Jogos Pan-Americanos de Santo Domingo, em 2003. A competição, lançada oficialmente nesta terça-feira (24/09), no Restaurante Porção Rios, será a primeira a ser observada pelo Comitê Olímpico Brasileiro visando à composição da delegação que representará o país na República Dominicana.

Estiveram presentes à solenidade, o presidente da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), Roberto Gesta de Melo; o presidente do COB, Carlos Arthur Nuzman; o superintendente de esportes do Rio de Janeiro, Asphilófio de Oliveira; o gerente nacional da Caixa Econômica Federal, Geraldo Andrade; além dos atletas Maurren Higa Maggi, Thiago Carahyba, Keila da Silva Costa, André Domingos e Osmar Barbosa dos Santos.

– O Troféu Brasil é o mais importante evento de atletismo da América Latina. Estarão reunidos aqui os maiores nomes do esporte, no ápice da forma física, na época em que se termina a temporada. Este é o momento em que grandes resultados são esperados – disse o presidente da CBAt – O atletismo foi o carro-chefe nos Jogos de Winnipeg, como sempre vinha sendo. Ao todo, tem 98 medalhas pan-americanas. Queremos dar a de número cem ao Brasil – completou o dirigente.

No almoço, o ex-velocista Robson Caetano, medalha de bronze em Seul (200m) e Atlanta (4x100m) e que fez história no Troféu Brasil, foi homenageado por ter sido o primeiro atleta do atletismo brasileiro patrocinado pela CAIXA. Em nome da empresa, Geraldo Andrade aproveitou a oportunidade para garantir o investimento para a próxima Olimpíada.

– Temos a satisfação e a intenção de apoiar o atletismo nos próximos anos. Certamente até os Jogos Olímpicos de Atenas, em 2004 – declarou.

Animada com a medalha de ouro na prova do salto em distância do IAAF Grand Prix Final, no último dia 14, em Paris, Maurren Maggi (BM&F Atletismo/Caixa) tentará repetir o desempenho no Rio de Janeiro.

– Estou muito contente com o meu atual momento no atletismo. Na França atingi a minha melhor marca do ano, que foi 7m02. A cada ano tenho conseguido resultados melhores. Espero que seja assim até o fim da minha carreira – brincou a saltadora, que na ocasião derrotou a russa Tatyana Kotoba, campeã do Circuito Internacional.

Keila da Silva Costa (Olimpikus/Santos Dumont/Caixa), medalha de bronze no salto triplo no Campeonato Mundial Juvenil, em julho, na Jamaica, também quer a vitória e já faz planos para o próximo ano.

– Espero fechar 2002 saltando bem, algo próximo de 13m90. Em 2003 estarei competindo pela primeira vez na categoria adulta e por isso pretendo juntamente com o meu técnico Roberto Andrade fazer um estágio em Cuba para aprimorar o treinamento de base – contou a atleta de 19 anos.

Outro destaque da competição, Thiago Carahyba (BM&F Atletismo/Caixa), campeão mundial da categoria menor em 2001, na Hungria, e recordista sul-americano juvenil também no salto em distância, vem de vitória nos Jogos Abertos do Interior, em Franca. No XXI Troféu Brasil CAIXA de Atletismo, o atleta de 18 anos competirá no salto em distância e no revezamento 4x100m.

– Sinto-me em ótima forma, mas não sou de fazer previsão. Deixo as coisas acontecerem. Entretanto, quero usar o Troféu Brasil como uma alavanca para a preparação para o Pan de 2003 – disse.

André Domingos (Unoeste/Damha), medalhista de bronze em Atlanta e Sydney no 4x100m, e Osmar Barbosa dos Santos (São Raimundo Esporte Clube), que representaram o país na seleção das Américas na Copa do Mundo de Atletismo, disputada até o último domingo (22/09), em Madri, na Espanha, também estão motivados para o evento.