Tratado sobre redução das armas estratégicas entre Rússia e DUMA

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 13 de maio de 2003 as 23:27, por: cdb

Presidente da Rússia, Vladimir Putin e o MNE da Federação Russa, Igor Ivanov, consideram que a ratificação do Tratado sobre a Redução das Armas Estratégicas Ofensivas (TRAEO) é fundamental para a criação de paz no mundo. A DUMA Estatal afirmou que vai considerar a ratificação do documento, SORT em inglês, uma iniciativa russa que já foi ratificado pelo Senado dos EUA em Março de 2002.

Putin considera o TRAEO como “crucial” para criar a estabilidade estratégica no mundo. Sob este acordo, a Federação Russa pode desenvolver as suas forças armadas de acordo com o seu desenvolvimento econômico e “a dinâmica da situação política e militar no mundo”.

Falando no Kremlin na terça-feira, o presidente russo declarou à imprensa que “a Rússia mais que uma vez afirmou seu interesse na consolidação do sistema legal das relações internacionais a volta do mundo e na segurança da observação de tratados legalmente comprometedores sobre o controlo das armas”, acrescentando que “as diferenças sobre assuntos pontuais não podem levar à criação de vácuos legais nestas áreas fundamentais”.

O Ministério de Negócios Estrangeiros da Federação Russa partilha a posição do Presidente sobre a importância deste tratado, que irá reduzir os arsenais nucleares dos dois países por dois terços e estipula linhas guia internacionais sobre a não-proliferação de armamento, criando estabilidade estratégica.