Traficantes transferidos são isolados em presídio de segurança máxima

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 24 de outubro de 2009 as 17:00, por: cdb

Os presos transferidos pela secretaria estadual de Segurança do Rio de Janeiro para o  Presídio Federal de Segurança Máxima de Campo Grande (MS), os dez detentos considerados de alta periculosidade que estavam no sistema penitenciário fluminense, já chegaram às suas celas. Os detentos são suspeitos de ter ligação com a tentativa de invasão do Morro dos Macacos por criminosos, no sábado passado.

Esta não é a primeira vez que o estado do Rio transfere presos suspeitos de continuar mantendo contato com grupos criminosos que estão fora da cadeia. Em janeiro de 2007, 12 presos foram levados para o presídio federal de Catanduvas (PR). Outros Estados como a Bahia e o Espírito Santo também já transferiram grandes números de presos. As transferências deste sábado foram autorizadas pelo Ministério Público e posteriormente pelo Tribunal de Justiça do Rio.

Para o governador do Rio de Janeiro, Sergio Cabral, a transferência de dez presos do Estado para o Presídio Federal de Segurança Máxima de Campo Grande (MS) mostra que não haverá trégua para a criminalidade.

– A criminalidade tem que saber que nós estamos atuando e que não tem trégua do nosso lado. Não tem acordo, não tem trégua, não tem mudança de rumo. O embarque desses presos para o presídio de segurança de máxima é mais uma demonstração da nossa política – disse Cabral.