Traficante ligado à Fernandinho Beira-Mar e às Farcs é preso

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 1 de setembro de 2003 as 02:21, por: cdb

Edson de Moraes Pedroso, braço direito do traficante Claudair Farias, e mais outros dois homens que foram apresentados como ‘químicos’ da quadrilha de narcotraficantes, foram transferidos na noite do último domingo da sede do  Departamento de Narcóticos da Polícia Paulista (Denarc) para destino não divulgado por questões de segurança.

O paulista Claudair, que foi preso no Paraguai no mês de junho, tem ligações com o traficante carioca Fernandinho Beira-Mar e com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc). Segundo a polícia, mesmo preso, Claudair comandava uma rede de tráfico de drogas entre Colômbia, Paraguai e Brasil, através de Edson.

Com as prisões de Edson e dos dois ‘químicos’ do grupo, o Denarc considera desarticulada a quadrilha.
 
Foi apreendido com Edson e os outros dois homens, uma arma M-16 de propriedade do exército americano. Para se ter uma idéia, o M-16 possui o mesmo poderio de um fuzil AR-15, mas com lançador de granada e seletor de rajada transforma-se também numa espécie de metralhadora.
 
A polícia também encontrou 180 quilos de maconha.