Trabalhadores da Sabesp entram em greve a partir desta quarta (1º)

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 31 de maio de 2011 as 17:50, por: cdb

Trabalhadores da Sabesp entram em greve a partir desta quarta (1º)

Por: Jéssica Santos de Souza, Rede Brasil Atual

Publicado em 31/05/2011, 20:35

Última atualização às 20:36

São Paulo – Os trabalhadores da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo decidiram em assembleia nesta terça-feira (31) entrar em greve a partir de quarta (1º).

O Sindicato dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Meio Ambiente do estado de São Paulo (Sintaema) rejeitou a proposta da Sabesp de reajuste de 6,39% (equivalente à inflação medida pelo IPC-Fipe em 12 meses) e 1,3% de aumento real.

O Sintaema garantiu que pelo menos 20% dos cerca de 15.300 trabalhadores vão continuar atendendo a emergências e executando os serviços de captação e distribuição de água. Mesmo se houver paralisação, o abastecimento das cerca de 27 milhões de pessoas atendidas pela Sabesp em 364 municípios não deverá ser interrompido, de acordo com a Sintaema. Uma nova assembleia será realizada nesta quarta para avaliar a greve.

Cetesb

Os trabalhadores da Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb) aceitaram a proposta da empresa na manhã desta terça-feira, que prevê, entre outros a extensão da licença-maternidade de 120 para 180 dias, a garantia do emprego de 95% dos trabalhadores, reajuste salarial de 6,39% (IPC-Fipe), reajuste do vale refeição de 16,50% e do vale alimentação de 10%, aumento do auxílio-creche e auxílio-excepcional em 10% e gratificação de férias de 49,23%.