Trabalhador rural ganha 253 vezes menos que ministro Judiciário

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 2 de maio de 2003 as 16:59, por: cdb

Uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revelou imensas discrepâncias salariais entre os trabalhadores do país e indicou os funcionários do Poder Judiciário como os mais bem pagos.

De acordo com o IBGE, que realizou o levantamento com base em resultados do Censo 2000, alguns ministros do Judiciário ganham 253 vezes mais do que um trabalhador agrícola.

Alguns destes salários podem chegar a R$ 17.800 mensais, o que significa que um trabalhador agrícola, que recebe em média R$ 70 mensais, teria de trabalhar 21 anos para juntar o mesmo valor.

Na média, o salário dos juízes é de R$ 7.063, segundo o IBGE.

Além dos magistrados, os maiores salários correspondem a proprietários e diretores de empresas (acima de R$ 5.000), delegados de polícia, médicos e secretários de estado.

As remunerações mais baixas são de trabalhadores agrícolas e empregados domésticos, setor onde as mulheres representam 92,7% da força de trabalho.