Tiroteio na Vila Cruzeiro recomeça e um policial é morto

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 3 de maio de 2007 as 11:33, por: cdb

Continua bastante tenso o clima na Favela Vila Cruzeiro, na Penha, Zona Norte, na manhã desta quinta-feira. Desde a noite de terça, centenas de policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope), Batalhão de Choque e do 16º BPM (Olaria) ocupam o morro para prender os bandidos que executaram dois PMs em Oswaldo Cruz.

Por volta das 9h30, recomeçou um intenso tiroteio na comunidade. O policial do Bope identificado como Wilson Santana Lopes, 28 anos, levou tiros na barriga e morreu no Hospital Getúlio Vargas, na Penha.

A maioria dos comerciantes não abriu seus estabelecimentos e moradores evitam sair nas ruas. Algumas escolas estão sem aulas e o tráfego é interditado em vias próximas. A polícia, além de acupar o morro, reforçou o policiamento nos acessos, ruas da redondeza e na porta do Hospital Getúlio Vargas. Um festa que seria realizada para 400 crianças do Complexo do Alemão no quartel do Corpo de Bombeiros foi cancelada por medida de segurança.

Segundo o Bope, a operação conjunta receberá um contingente grande de homens como reforço, ainda nesta quinta-feira. O intenso confronto na tarde de quarta feira deixou dois traficantes mortos e seis pessoas feridas por balas perdidas. Há informações de que durante a madrugada um outro bandido morreu.