Tiroteio entre policiais e traficantes deixa 5 feridos no Rio

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 19 de outubro de 2002 as 00:27, por: cdb

Um tiroteio intenso entre policiais e traficantes na Vila do João (complexo de favelas da Maré, em Bonsucesso, na zona norte do Rio) na noite desta sexta-feira deixou pelo menos cinco feridos e levou pânico a quem passava pelas linhas Vermelha e Amarela, que foram interditadas.

Uma das vítimas é Maria Jussara da Costa, baleada enquanto passava de carro pela Vila do João. Ela levou tiros no pescoço e nas costas.

Mais quatro feridos foram hospitalizados: o policial civil Eduardo Herdy Barros (baleado na coxa), Danilo Lourenço Lopes, 14 (costas), Cristiane Bonfim de Souza, 26 (barriga), e um policial baleado no braço e cujo nome ainda não foi revelado.

Os feridos foram levados para o Hospital Geral de Bonsucesso. De acordo com a enfermeira Rosenice Gomes, Herdy Barros teve que ser operado e está em situação grave. As outras quatro vítimas estavam fora de perigo, segundo a enfermeira.

Gomes disse que toda a equipe do hospital foi alertada para ficar de prontidão, pois pode haver mais feridos e até mortos.

De acordo com a Secretaria de Segurança, o confronto começou quando policiais civis da Core (Coordenadoria de Recursos Especiais) entraram na favela para procurar o traficante Paulo César da Silva Santos, o Linho, chefe da facção criminosa TC (Terceiro Comando).

A secretaria informou que os policiais foram recebidos à bala pelos traficantes e revidaram.

Policiais militares do 22º Batalhão (Benfica) e civis da 21ª DP (Delegacia de Polícia) foram chamados para dar apoio aos policiais da Core.

Mais tarde, foram necessários reforços de mais dois batalhões, além do Bope (Batalhão de Operações Especiais).

As linhas Vermelha e Amarela ficaram fechadas das 19h40 às 21h15, quando o tráfego voltou a circular, de maneira parcial.

As duas linhas são as principais vias expressas da cidade. Por causa da interdição, o trânsito ficou caótico em praticamente todo o Rio, pois as linhas são também rotas de acesso para quem viaja para a região serrana.

A Linha Amarela foi interditada no trecho em frente à Vila do João. A Linha Vermelha ficou com o trânsito interrompido no sentido centro, próximo ao campus da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), na ilha do Fundão.

O pânico tomou conta de quem passava pelo local no início do confronto.

Motoristas chegaram a retornar de marcha a ré. Outros abandonaram os carros e saíram correndo.