The Producers ganha incentivo fiscal em NY

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 29 de setembro de 2004 as 16:59, por: cdb

Mel Brooks disse na terça-feira que seu filme musical “The Producers” vai começar a ser rodado em fevereiro em um estúdio novo no Brooklyn, em grande medida graças a um novo incentivo fiscal que tem por objetivo atrair mais filmes a Nova York.

O projeto da Universal Pictures será estrelado por Nathan Lane e Matthew Broderick nos papéis que eles já representaram na Broadway, além de Nicole Kidman e Will Ferrell. A previsão de lançamento é o Natal de 2005.

Embora a ação do filme aconteça em Manhattan, Brooks disse que, sem o novo incentivo fiscal estadual, a história não teria podido ser rodada em Nova York.

“Eu estava arrasado, imaginando que teríamos que ir a Bucareste, Vancouver ou Toronto para tentar imitar esta cidade incrível”, disse Brooks durante coletiva de imprensa concedida no recém-aberto Estúdio Steiner, no Estaleiro Naval de Brooklyn.

A seu lado na coletiva estavam a diretora e coreógrafa do filme, Susan Stroman, executivos do estúdio e vários políticos, incluindo o governador George Pataki e o prefeito de Nova York, Michael Bloomberg.

Nos últimos anos Nova York perdeu para locais menos caros no Canadá a produção de filmes e episódios de TV. Mas uma iniciativa da Steiner Studios, entre outros, levou à lei de incentivo fiscal, que Pataki sancionou na tarde de terça-feira.

“Vamos poder fazer filmes sobre Nova York em Nova York”, disse o governador.

Pela nova lei, os filmes, filmes para a TV, pilotos e seriados rodados em Nova York ganham crédito fiscal de 10 por cento, desde que se enquadrem em determinados critérios, sendo um deles o de que pelos menos 75 por cento dos custos de produção precisam ser gastos em Nova York.

O Estado já reservou 25 milhões de dólares por ano em créditos fiscais a serem divididos entre as produções.

O prefeito de Nova York disse que a prefeitura pretende autorizar um incentivo fiscal adicional de 5 por cento para produções qualificadas, mas que este ainda não foi autorizado.

Bloomberg disse que a produção de cinema e TV em Nova York gera cerca de 5 bilhões de dólares e 100 mil empregos por ano, não apenas na indústria em si, mas também em setores de apoio.

Mel Brooks se recorda de ter filmado o primeiro “Producers” dentro e fora do Lincoln Center em 1967 e disse sentir-se com sorte por poder filmar novamente na cidade, 37 anos mais tarde.

“A verdade terrível é que, sem esse incentivo, o filme teria que ser feito em Cabul ou qualquer outro lugar onde é mais barato filmar”, disse Brooks. “Vancouver, quem sabe.” Mas, para ele, nada se compara à qualidade e ao dinamismo de Nova York — nem a seus bagels. “Em Toronto os bagels são murchos”, ele brincou.