Testemunha do caso Daniel é executada na prisão

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 6 de dezembro de 2003 as 18:14, por: cdb

Apontado pelo Ministério Público como o elo entre os executores da morte do prefeito de Santo André Celso Daniel (PT) e o empresário Sérgio Gomes da Silva, o seqüestrador Dionísio Aquino Severo foi executado na prisão depois de dizer à polícia que sabia detalhes da morte do petista.

Dionísio, segundo os promotores, freqüentava a prefeitura de Santo André nos anos 80 e 90. Dias antes do assassinato de Daniel, ele foi resgatado de helicóptero de um presídio de Guarulhos. Antes de ser preso novamente, manteve contato com outros envolvidos no crime, como Ivan Rodrigues da Silva, o Monstro.