Terremoto deixa 25 mil mortos no Irã

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 27 de dezembro de 2003 as 08:24, por: cdb

O número de vítimas fatais do terremoto que abalou a cidade de Bam pode ultrapassar 25 mil, segundo autoridades da província de Kerman, que fica no sudeste do Irã.O terremoto que sacudiu a cidade histórica na manhã de sexta-feira deixou milhares de desabrigados.

Eles estão tendo que enfrentar falta de água, de luz e de gás, além de temperaturas abaixo de zero graus.Entre os 60 mil feridos, cinco mil estariam em estado grave.Os tremores destruíram dois hospitais da cidade e boa parte dos feridos estão tendo que receber tratamento em hospitais de outras regiões.

O terremoto, segundo o governo iraniano, atingiu 6,3 graus na escala Richter (que vai até 9 graus). Já de acordo com uma medição feita pelo governo americano, os tremores chegaram 6,7 graus.Cerca de 200 mil pessoas vivem em Bam e seus arredores.

Bam, uma fortaleza do século XVI, é considerada uma das “jóias culturais” iranianas e está na lista de patrimônios mundiais da Unesco.O correspondente da BBC em Teerã relatou que as paredes feitas de barro, comuns na região, não resistiram aos tremores.

Ajuda internacional

Apesar das diferenças com o Irã, a quem acusa de fazer parte do chamado “Eixo do Mal”, o governo americano se disse preparado para ajudar o país.

– Eu envio minhas condolências a todos os que foram atingidos por essa tragédia – disse o presidente americano, George W. Bush, por meio de um comunicado.

O país necessita em particular de mais cães farejadores e equipamento para localizar as vítimas ainda soterradas. Governos de outros países, como a Rússia, a Grã-Bretanha e a Grécia, também ofereceram ajuda ao país.Especialistas afirmam que tremores de terra são bastante comuns no Irã, acontecendo quase diariamente.Desde 1991, mais de 17 mil pessoas morreram e 53 mil ficaram feridas vítimas de terremotos.