Terminal Intermodal Ferroviário reforça vocação logística

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 8 de março de 2012 as 16:08, por: cdb

 

Nessa quinta-feira (8), o prefeito Marcelo Barbieri participou do evento que marcou a inauguração do Terminal Intermodal Rodoferroviário de Araraquara, construído pela Brado Logística, que, de início, poderá transportar até dois mil contêineres por mês de mercadorias para o Porto de Santos . Durante o evento, Marcelo ressaltou que a instalação do Intermodal reafirma a vocação logística da região. “Essa possibilidade do transporte de mercadorias ser feito diretamente para o Porto de Santos é um fato inédito na região e, com certeza, irá atrair muitas empresas”, acrescentou. Segundo o prefeito, havia uma ansiedade na região pela vinda da Brado Logística. “Isso demonstra que o Brasil e as empresas estão percebendo a importância do transporte ferroviário para o maior desenvolvimento econômico”, destacou.

Prefeito Marcelo participa da inauguração da Brado Logística
 Ainda de acordo com Marcelo, a produção regional em larga escala de açúcar e suco de laranja concentrado foi um grande atrativo para a Brado decidir investir na construção do Terminal. Para o prefeito de Américo Brasiliense, Ademir Gouvêa, a inauguração do Terminal Intermodal Rodoferroviário é de suma importância para toda a região central do Estado. “Além de atrair novas empresas, irá gerar mais emprego e renda na região”, resumiu. Com a instalação da Brado Logística, o ICMS será recolhido em Araraquara e o ISSQn em Américo Brasiliense. Também estiveram presentes na solenidade por Araraquara, entre outras autoridades, o presidente da Câmara Municipal, Aluisio Braz (Boi), a coordenadora de Comércio, Turismo e Serviços, Eneida Miranda de Toledo, e o gerente Regional do Ciesp, Carlos Aiello.

  Localização Também para o presidente da Brado Logística, José Luis Demeterco, “a região ganhará muito em competitividade com o Terminal Intermodal”. Demeterco também destacou que a logística da região motivou a instalação. A empresa investiu R$ 10 milhões no novo Terminal, que possui 242 mil m² e tem capacidade para operar, inicialmente, dois mil contêineres/mês mensais, podendo concentrar mais de 50 mil contêineres anuais, no período de cinco anos. O Terminal atenderá Araraquara, São José do Rio Preto, Ribeirão Preto, Barretos, além da região Sul de Minas Gerais, com operações de cargas de açúcar, carne, papel e cítricos, que serão escoadas para o Porto de Santos e destinadas, principalmente, para exportação.