Temporal faz estragos no interior

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 6 de outubro de 2002 as 00:16, por: cdb

Um novo temporal atingiu a região de Cruz Alta, no noroeste do Estado, por volta das 8h deste sábado, 5 de outubro, destelhando casas e deixando a cidade sem luz em locais isolados. Em algumas áreas, houve precipitação de granizo. O município, em situação de emergência desde quinta-feira devido ao vendaval com rajadas de até 100 km/h, enfrenta problemas para obter lonas e telhas.

Conforme o vice-prefeito Sérgio Fonseca (PTB), o vento deste sábado destelhou residências que não haviam sido danificadas na quinta-feira e as que estavam cobertas com lona. Há carência de lonas e telhas no comércio da cidade. A prefeitura está fazendo apelos àqueles que já recuperaram a cobertura das casas para que devolvam as lonas. O Corpo de Bombeiros teve que acionar todo o efetivo para atender as ocorrências. Na madrugada de quinta-feira, cerca de 95% das residências foram atingidas. Conforme Fonseca, 180 casas foram destruídas.

Em Ijuí, os ventos deste sábado destelharam cerca de 10 casas. Fortes pancadas de chuva voltaram a ocorrer também na região da Fronteira Oeste. Em Itaqui, as ruas do centro da cidade amanheceram alagadas e alguns estabelecimentos ficaram inundados depois de uma intensa precipitação que durou cerca de 30 minutos. Em Uruguaiana, o Departamento de Meteorologia do Aeroporto Internacional Rubem Berta registrou ventos de 20 km/h, pequena quantidade de chuva e queda de temperatura pela manhã. As pancadas de chuva, porém, não chegaram a provocar os mesmos transtornos verificados na quinta-feira passada, quando um temporal deixou os municípios da região com sérios problemas de fornecimento de energia elétrica. A previsão do Departamento de Meteorologia do Aeroporto Internacional de Uruguaiana é de que o domingo de eleições será chuvoso na região.

Em Venâncio Aires, no Vale do Rio Pardo, o temporal durou cerca de 30 minutos, na manhã deste sábado. Segundo os bombeiros, cerca de 40 casas tiveram telhas arrancadas. No município de Santa Cruz do Sul, a enxurrada deixou as ruas do centro da cidade alagadas durante a manhã. No Planalto Médio também choveu intensamente durante toda a madrugada e a manhã de sábado, mas não houve registro de prejuízos. Em Marau, no Planalto Médio, eucaliptos caíram sobre o asfalto, na altura do km 95 da RS-324, derrubados pelo vento. A rodovia ficou parcialmente bloqueada por cerca de meia-hora, durante a manhã.