Tempestade Sandy deixa rastro de 71 mortes no Caribe, a maioria no Haiti

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 1 de novembro de 2012 as 06:44, por: cdb

Da Agência Lusa

 

Brasília – A passagem do Furacão Sandy, rebaixado à categoria de tempestade, pelo Caribe deixou para trás um rastro de 71 mortes. Apenas no Haiti foram 54 mortos, dos quais dois ocorreram ontem (31). A diretora da Agência Nacional de Proteção Civil do Haiti, Marie Alta Jean-Baptiste, disse que ainda há 21 pessoas desaparecidas no país.

As autoridades do Haiti mantêm o estado de emergência no país. Nas Bahamas, os prejuízos causados pelo furacão poderão superar US$ 300 milhões, segundo um relatório do Mecanismo de Seguro de Risco para Catástrofes do Caribe.

Em Cuba, cerca de 200 mil casas foram danificadas, segundo estimativa oficial do governo. A Organização das Nações Unidas (ONU) alertou que há riscos de desabastecimento em Cuba, pois várias plantações foram afetadas com a passagem de Sandy pela região.