Técnico do Chelsea nega revolta de jogadores

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 3 de novembro de 2015 as 13:42, por: cdb

Por Redação, com Reuters – de Londres:

Durante uma entrevista nesta terça-feira, o técnico do Chelsea, José Mourinho, negou sugestões de que havia uma revolta de jogadores contra ele e chamou de “desonestos” relatos de que um jogador preferia perder do que jogar sob seu comando. O meia do Chelsea Cesc Fàbregas negou anteriormente relatos de que se desentendeu com Mourinho e estava por trás dos planos de retirar o técnico.

– É uma acusação muito triste porque estão acusando jogadores, ou um jogador, de desonestidade – disse Mourinho a repórteres nesta terça-feira, antes da partida contra o Dynamo de Kiev pela Liga dos Campeões.

Técnico do Chelsea, José Mourinho, durante entrevista coletiva no centro de treinamento do clube
Técnico do Chelsea, José Mourinho, durante entrevista coletiva no centro de treinamento do clube

Mourinho disse que possui um “relacionamento pessoal e profissional fantástico” com seus jogadores e que eles estavam unidos para melhorar os resultados do time, que ganhou somente três de 11 partidas disputadas no Campeonato Inglês.

Mourinho disse que sabia o motivo da fase ruim do time, mas não iria elaborar sobre o assunto.

– É uma combinação de fatores e alguns deles não quero tocar, mas sim, eu sei – disse. “Tudo é relacionado ao futebol. Não queremos culpar problemas sociais ou políticos em algum canto do mundo.”

Desentendimento

O meia do Chelsea Cesc Fàbregas negou ter desentendimentos com o técnico José Mourinho, acusando “certos indivíduos de fora” de tentaram desestabilizar o ambiente no clube, e negou relatos de que estaria liderando uma suposta revolta nos vestiários.

A rede BBC disse nesta semana que possuía informações de que um jogador titular do Chelsea preferia “perder do que ganhar” para o técnico e, nesta terça-feira, um blog de futebol nomeou Fàbregas como o jogador líder da revolta contra Mourinho.

– Gostaria de esclarecer que ao contrário de alguns relatos de sites, estou extremamente feliz no Chelsea e tenho um relacionamento excelente como técnico – escreveu Fàbregas nesta terça-feira em sua conta no Twitter.

– Pode haver certos indivíduos de fora tentando desestabilizar este clube e sinceramente acredito que iremos dar a volta por cima e voltar a ficar bem – acrescentou.

O Chelsea perdeu 6 dos 11 jogos da Liga Inglesa e está em 15º na tabela, mas os problemas de Mourinho nesta temporada não estão somente dentro do campo.

O técnico de 52 anos foi suspenso do estádio por uma partida e multado em 40 mil libras pela Associação Inglesa de Futebol por comentários feitos ao juiz durante a derrota por 2 a 1 para o West Ham United, em 24 de outubro, e está atualmente apelando contra uma multa de 50 mil libras por criticar juízes.

O Chelsea enfrenta o Dinamo de Kiev pela Liga dos Campeões nesta quarta-feira. Uma derrota significaria mais pressão sobre o português, que renovou com o clube em agosto por mais quatro anos.

Liverpool bate Chelsea

No último sábado, Philippe Coutinho marcou dois gols quando o Liverpool se recuperou de uma desvantagem inicial e acabou derrotando o atual campeão inglês Chelsea por 3 a 1 no campo do adversário, aumentando a pressão sobre o técnico rival José Mourinho.

Ramires colocou o Chelsea na frente aos quatro minutos, mas o time de Mourinho demonstrou uma enorme falta de confiança quando o Liverpool reagiu, obtendo sua primeira vitória no Campeonato Inglês com o novo treinador, Juergen Klopp.

Coutinho recompensou o Liverpool pela reviravolta impressionante conferindo o gol de empate com uma bola curva aos três minutos dos acréscimos do primeiro tempo.

O brasileiro deixou o clube adiante no placar na segunda etapa com mais um chute cheio de efeito após uma falta em Christian Benteke, que condenou o Chelsea à sua terceira derrota em casa com um tiro baixo no canto a sete minutos do final.

O Chelsea fez o pior início de temporada de um campeão da liga inglesa e só acumulou 11 pontos de 11 partidas disputadas, o que o deixa na 15ª colocação. Computadas todas as competições, até agora o time perdeu nove vezes, incluindo a derrota nos pênaltis para o Stoke City esta semana na Copa da Liga, que o Chelsea conquistou na última campanha.

O Liverpool subiu para a sétima posição com 17 pontos.