Técnico da seleção espanhola convoca Diego Costa

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 6 de novembro de 2015 as 14:16, por: cdb

Por Redação, com Reuters – de Madri/Paris:

Para os amistosos deste mês contra Inglaterra e Bélgica o técnico da seleção espanhola, Vicente Del Bosque, convocou o atacante Diego Costa . Criticado por sua conduta no Chelsea e atuações ruins pela seleção, foi deixado de fora da partida anterior, contra a Ucrânia, pelas eliminatórias da Euro 2016.

Diego Costa, nascido no Brasil e naturalizado espanhol, marcou somente um gol, em partida contra Luxemburgo, em nove jogos pela Espanha.

Antes de defender a Espanha, o atacante fez duas partidas pelo Brasil em amistosos, ambas como substituto.

A Espanha, atual campeã europeia, enfrenta a Inglaterra no dia 13 de novembro e viaja a Bruxelas para enfrentar a Bélgica quatro dias depois.

Atacante Diego Costa durante partida do Chelsea na Liga Inglesa
Atacante Diego Costa durante partida do Chelsea na Liga Inglesa

Valbuena e Benzema

O meia Mathieu Valbuena e o atacante Karim Benzema, envolvidos em um escândalo por conta de um vídeo com cenas de sexo, não foram convocados para a seleção francesa nesta quinta-feira para os jogos contra a Alemanha e Inglaterra neste mês.

O atacante do Real Madrid Benzema foi colocado sob investigação judicial formal nesta quinta-feira em relação a uma suposta tentativa de extorsão contra Valbuena, do Olympique de Lyon, usando um vídeo com cenas de sexo.

O técnico da seleção francesa, Didier Deschamps, disse durante entrevista coletiva a jornalistas que não iria responder “questões não relacionadas a futebol”.

Ele simplesmente disse que Valbuena, que participou da derrota do Lyon por 2 x 0 para o Zenit São Petersburgo pela Liga dos Campeões na quarta-feira, não estava em estado emocional para jogar.

Benzema, na lista de jogadores lesionados do Real Madrid, foi proibido por um procurador de entrar em contato com pessoas ligadas à investigação.

A França, que irá sediar a Euro 2016, enfrenta a Alemanha em 13 de novembro e a Inglaterra quatro dias depois.