Suspeito de chefiar tráfico no Alemão é baleado e preso no Rio

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 23 de junho de 2016 as 12:48, por: cdb

De acordo com a polícia, Edson é integrante da mesma facção criminosa de Nicolas Labre Pereira Jesus, conhecido como Fat Family, que foi resgatado do Hospital Municipal Souza Aguiar

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro:

O suspeito de chefiar parte do tráfico no Complexo do Alemão, na Zona Norte do Rio de Janeiro, Edson Silva de Sousa, conhecido como “Orelha”, foi preso em flagrante na noite de quarta-feira por policiais civis. Segundo a polícia, durante um confronto, Edson foi baleado e levado para o Hospital Estadual Getúlio Vargas.

Ele está internado sob custódia e responderá pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo e associação ao tráfico. A Secretaria Estadual de Saúde informou que o estado de saúde de Edson é grave.

O suspeito de chefiar parte do tráfico no Complexo do Alemão, na Zona Norte do Rio de Janeiro, Edson Silva de Sousa, conhecido como “Orelha”, foi preso em flagrante
O suspeito de chefiar parte do tráfico no Complexo do Alemão, na Zona Norte do Rio de Janeiro, Edson Silva de Sousa, conhecido como “Orelha”, foi preso em flagrante

Fat Family

De acordo com a polícia, Edson é integrante da mesma facção criminosa de Nicolas Labre Pereira Jesus, conhecido como Fat Family, que foi resgatado do Hospital Municipal Souza Aguiar na madrugada do último domingo. A Polícia Militar reforçou o policiamento no Getúlio Vargas, para evitar tentativa de resgate de Edson.

Segundo o delegado Wellington Pereira Vieira, policiais tentaram abordar um veículo suspeito e os homens no interior do carro resistiram, dando início ao tiroteio. Segundo a polícia, Marlos Jerônimo da Costa, de 26 anos, e outro homem que ainda não foi identificado morreram.

Assalto

Uma tentativa de roubo a um policial militar em Guaratiba, próximo à Estação Mato Alto, do BRT (sigla em inglês do Transporte Rápido Por Ônibus), na Zona Oeste do Rio, deixou um morto e um ferido. O morto é um policial.

De acordo com o 27º Batalhão da PM (Santa Cruz), o agente reagiu à tentativa de assalto, o que ocasionou o tiroteio. O outro ocupante do carro do policial também foi atingido e levado para o Hospital Municipal Rocha Faria.

Apesar da troca de tiros, o funcionamento das linhas do BRT na região não foi alterado e operava com intervalos de 10 a 14 minutos, segundo o consórcio BRT. Policiais militares do 27º Batalhão fazem buscas na área e o patrulhamento foi reforçado para buscar os responsáveis pela ação.