Suposta intoxicação alimentar causa morte de criança em SP

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 9 de maio de 2003 as 15:01, por: cdb

Uma criança morreu e outras duas estão internadas na Santa Casa de Limeira (151 km a noroeste de São Paulo) vítimas de uma suposta intoxicação alimentar.

Segundo o médico Marco Antonio Barroca, responsável pelo setor de pediatria, elas sofreram, possivelmente, intoxicação por um tipo de mandioca tóxica, conhecida como “mandioca brava”.

Uma das crianças, de 1 ano, com convulsões, chegou a ser socorrida na última quinta-feira (8) à noite, mas não resistiu e morreu. Em seguida, os irmãos da criança – que teriam 6 e 8 anos – também foram levados para o hospital.

Mandioca brava

De acordo com o médico, somente após a internação das outras crianças foi possível diagnosticar a intoxicação porque, com elas, veio a informação de que haviam consumido uma mandioca com gosto amargo.

Barroca afirma que a intoxicação pela “mandioca brava” é “grave” e pode levar à morte, principalmente crianças.

Com aspecto semelhante ao da mandioca comum, a “mandioca brava” possui gosto amargo. Pode ser utilizada em forma de farinha, após passar por diversas etapas de processamento.