Supernavio pode ser alternativa para cargas transatlânticas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 12 de dezembro de 2001 as 20:08, por: cdb

Em tempos de crise no setor de aviação, o projeto de um navio gigante que cruzaria o Atlântico em três dias é a grande promessa para o transporte internacional de carga. Apesar de muito mais lento que a maior parte dos aviões de carga, o navio – que viajaria a cerca de 70 km/h – seria a mais rápida das embarcações do gênero, que levam em média seis dias para fazer uma viagem transatlântica.

A embarcação deverá ter cerca de 180 metros de comprimento (o equivalente a três aviões tipo jumbo) e capacidade para transportar 8 mil toneladas. O navio deve demorar pelo menos dois anos para entrar em operação, mas já há perspectiva de que ele contenha um compartimento para passageiros.

O navio está sendo desenvolvido por um projetista britânico, Nigel Gee, e o consórcio de empresas ADX Express, que inclui, por exemplo, a Rolls-Royce. Apesar do desenvolvimento de modelos de aviões de carga maiores, cerca de dois terços do transporte de carga internacional ainda é feito pelas águas e o êxito do projeto poderia levar outras empresas a desenvolverem cargueiros mais rápidos, o que justifica os esforços desenvolvidos pelas empresas FastShip Atlantic e a Kvaerner que já estão desenvolvendo navios de carga de alta velocidade.