Soldado americano morre no Iraque pouco depois da visita de Bush

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 28 de novembro de 2003 as 11:07, por: cdb

Um soldado americano morreu nesta sexta-feira, vítima de um ataque lançado por um grupo de rebeldes contra uma base militar americana na cidade de Mossul, informaram fontes militares.

Segundo um porta-voz do comando americano em Bagdá, o alvo da resistência foi um quartel montado pela 101 Divisão Aerotransportada no palácio que pertenceu ao ex-presidente iraquiano Saddam Hussein.

Os rebeldes lançaram vários foguetes, um dos quais matou o soldado e feriu de forma leve um iraquiano que trabalhava com as tropas de ocupação, acrescentou o porta-voz militar, que não ofereceu mais detalhes.

A morte do soldado, ocorrida poucas horas depois da visita a Bagdá do presidente americano, George W. Bush, eleva para 185 o número de militares desta nacionalidade mortos no Iraque desde maio passado, quando foi declarado o fim das grandes operações bélicas.

Mossul, cerca de 400 quilômetros ao norte de Bagdá, se converteu nas últimas semanas no centro dos ataques da resistência contra as tropas ocupantes.