Sobe para 229 o número de vítimas das chuvas no Estado do Rio

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 12 de abril de 2010 as 10:50, por: cdb

O número de vítimas em consequência das chuvas no Rio de Janeiro chegou a 229, segundo o Corpo de Bombeiros. No Morro do Bumba, em Niterói, foram resgatados até agora 36 corpos e a previsão é que haja mais 150 mortos pelo deslizamento da última quarta-feira. Niterói acumula um saldo de 146 vítimas.

O governador Sérgio Cabral anunciou que vai investir R$ 1 bilhão para a construção de moradias. Os recursos fazem parte dos cerca de R$ 5 bilhões do Tesouro Nacional que serão destinados a obras para a Copa do Mundo de 2012 e para as Olimpíadas de 2016.

Também será criado um Plano Diretor de Remoção de Famílias em áreas de risco, com quatro níveis de classificação: azul, baixo risco; amarelo, risco médio; vermelho, alto risco; e preto, altíssimo risco. Nas comunidades classificadas como risco preto a remoção das famílias será imediata. A previsão é que o plano fique pronto na próxima quarta-feira.

No município do Rio, 63 pessoas morreram por causa dos temporais e cerca de 5 mil estão desabrigadas. Também foram registradas mortes em São Gonçalo (16), Petrópolis (1), Paracambi (1), Magé (1) e Nilópolis (1).

A Policia Rodoviária Federal (PRF) já liberou o tráfego na Rodovia Magé-Manilha (BR-493), que liga a Baixada Fluminense e a Região Serrana à Região dos Lagos. A rodovia estava parcialmente interditada devido a um alagamento na localidade de Itambi.

Na capital fluminense, a Rodovia Grajaú-Jacarepaguá, que liga a zona oeste a zona norte do Rio, continua interditada por causa da queda de barreiras e árvores nos dois sentidos. As demais vias da cidade já estão liberadas, segundo a prefeitura. A Secretaria Municipal de Defesa Civil decretou estado de vigilância. A previsão é de chuva leve para os próximos dias.